icon_cadastrar-empresa-red icon_cadastrar-empresa icon_cadastrar-local-red icon_cadastrar-local icon_clear-day icon_clear-night icon_cloudy-night icon_cloudy-snow icon_cloudy icon_comer-reserve-black icon_comer-reserve-red icon_comer-reserve-white icon_comer icon_dormir-reserve-black icon_dormir-reserve-red icon_dormir-reserve-white icon_dormir icon_fazer icon_fog icon_heavy-rain icon_heavy-thunderstorm icon_mark-red-white-large icon_mark-red-yellow-medium icon_mark-white-red-medium icon_partly-cloudy-day icon_partly-cloudy-night icon_rain icon_sleet icon_snow icon_sunshine-showers icon_thunderstorm icon_tornado icon_ver icon_wind
Criado em 17 de Julho de 2012

Alguns lugares que não dá para deixar de visitar em Londres I

Londres possui milhares de atrações que estão fora da tradicional rota turística, mas para quem está visitando a cidade pela primeira vez seguir o roteiro básico é imprescindível

Houses of Parliament e Westminster Abbey
É na Palace of Westminister, local que reúne as Casas do Parlamento, a Clock Tower e seu famoso sino – o Big Ben – e a Abadia de Westminster, que muitos visitantes realizam que estão de fato em Londres. Mas além de conter alguns dos mais visitados pontos turísticos da cidade, o local é histórico.

Foto da torre do parlamento inglês onde fica o sino chamado Big Ben

Buckingham Palace
A residência oficial em Londres da Rainha Elizabeth II e também um dos lugares turísticos mais populares de Londres. Aberto ao público durante as férias de verão da Rainha no Castelo de Balmoral, na Escócia.

A bandeira do Reino Unido é hasteada no topo do palácio é sinal de que a rainha está na residência. Não perca a troca da guarda durante todo o ano – numa cerimónia pomposa com os guardas oficiais da Rainha.

Tower of London
Erguida ao lado de um castelo construído originalmente por William the Conqueror – Guilherme, o Conquistador –, após a conquista da Inglaterra em 1066, a Torre de Londres foi, desde o início, desenhada para proteger e controlar Londres como um centro de influência política.

Estrategicamente localizado às margens do Rio Tamisa, ao longo dos anos a Torre de Londres já serviu como castelo, palácio, prisão e, atualmente, funciona como atração turística.

Faça um tour guiado com um Beefeater, os guardas da Torre.

Tower Bridge
Provavelmente a ponte mais famosa de Londres. A ponte fica nas adjacências da Tower of London e é um dos cartões postais da cidade.

Soho
No passado, o terreno fértil de caça para Henrique VIII e, segundo a lenda, nomeado após seu chamado de caça: So! Ho!.

O Soho é hoje em dia um grande terreno de caça para quem está à procura da vibrante vida noturna de Londres, com pubs e clubes abertos até altas horas, restaurantes servindo comidas dos mais variados cantos do mundo e atrações culturais, como teatros e museus a alguns passos de distância.

St Pauls Cathedral
Muitas vezes considerada como uma obra-prima da carreira de design de Christopher Wren, a construção merece uma visita.

Firmemente caracterizada pelas tradições e estilo Barroco, a nova Catedral de St Pauls foi inicialmente condenada por ser muito Papista – nome que os protestantes dão aos católicos – e não suficientemente protestante, ou especificamente Anglicana, na sua abordagem.

Hampton Court Palace
Hampton Court é a residência mais famosa de Henrique VIII e provavelmente o melhor exemplo de um complexo real do período.

Ainda uma das residências oficiais da monarca, Hampton Court é um importante destino turístico especialmente para historiadores e seguidores de Henry VIII. Não deixe de visitar os jardins!

Qual a sua avaliação?

You have already rated this post. Thank you!

0 5

0 Avaliações