icon_cadastrar-empresa-red icon_cadastrar-empresa icon_cadastrar-local-red icon_cadastrar-local icon_clear-day icon_clear-night icon_cloudy-night icon_cloudy-snow icon_cloudy icon_comer-reserve-black icon_comer-reserve-red icon_comer-reserve-white icon_comer icon_dormir-reserve-black icon_dormir-reserve-red icon_dormir-reserve-white icon_dormir icon_fazer icon_fog icon_heavy-rain icon_heavy-thunderstorm icon_mark-red-white-large icon_mark-red-yellow-medium icon_mark-white-red-medium icon_partly-cloudy-day icon_partly-cloudy-night icon_rain icon_sleet icon_snow icon_sunshine-showers icon_thunderstorm icon_tornado icon_ver icon_wind
Criado em 09 de Agosto de 2012

The Big Issue, uma boa ideia para um grande problema

Certamente, andando pelas ruas de Londres alguém já deve ter lhe oferecido uma Big Issue. Mas qual é a desta revista afinal de contas?

A The Big Issue foi lançada em 1991, por Gordon Roddick e John Bird, em resposta ao crescente número de moradores nas ruas de Londres.

Os dois, então, resolveram solucionar o problema da falta de moradia, oferecendo às pessoas desabrigadas a oportunidade de ganhar uma renda digna, disponibilizando um meio dos moradores de ruas ganharem seu sustendo sem terem que pedir esmola.

Foto de um morador de rua vendedor da revista The Big Issue de Londres
Foto de um morador de rua vendedor da revista The Big Issue de Londres

Vinte e um anos se passaram e a organização tem ajudado milhares de pessoas vulneráveis a assumirem o controle de suas vidas, e atualmente trabalha com cerca de dois mil desabrigados e pessoas que não têm moradia fixa através do Reino Unido.

Para se tornar um vendedor da The Big Issue um indivíduo deve provar que ele está sem abrigo ou em risco de pobreza e deve passar por um processo de indução e assinar o código de conduta.

Uma vez ele tenha preenchido os requisitos básicos, a pessoa é alocada em um lugar fixo e lhe é dado um número de exemplares grátis da revista.

Uma vez que ele vender o primeiro lote de revistas, o morador de rua pode comprar mais exemplares, que são comprados por £1,25 e vendidos por £2,50, gerando assim um lucro de £1,25 por cópia.

Só no ano passado, a organização colocou mais de £5 milhões nos bolsos dos vendedores da revista, liberando-os da dependência de esmolas e piedade alheia, fornecendo, assim, uma alternativa ao ato de mendigar. E ela não para por aí.

Organizadores reconhecem que ganhar uma renda é o primeiro passo na jornada contra o fato das pessoas se abrigarem nas ruas.

A The Big Issue Foundation, uma instituição de caridade, existe para vincular os vendedores com os serviços e suporte vital.

A organização oferece conselhos e referências em quatro áreas chaves; habitação, saúde, independência financeira e aspirações, e depende quase inteiramente de doações voluntárias.

Nas últimas duas décadas a revista tornou-se sinônimo de jornalismo independente, desafiador e de renome por assegurar entrevistas exclusivas com celebridades, além de disponibilizar um conteúdo editorial variado e interessante aos leitores. Atualmente, sua tiragem é de mais de 105 mil cópias por semana.

Criada como uma solução de negócios para um problema social, The Big Issue passou a ser uma das marcas mais imediatamente reconhecida no Reino Unido.

Também se tornou um poderoso modelo para a mudança social que inspirou centenas de outras publicações ao redor do mundo; de Johanesburgo a Tóquio, Sydney a Addis Abeba, Perth para São Paulo, Seul para Nairóbi, a The Big Issue é líder de uma revolução global de autoajuda.

Qual a sua avaliação?

You have already rated this post. Thank you!

0 5

0 Avaliações